Proline - Pensando Bem Proline Facebook
setinha



Notícias > Empresas apostam em animais de estimação no trabalho para melhorar o ambiente e o potencial criativo

Empresas apostam em animais de estimação no trabalho para melhorar o ambiente e o potencial criativo

Veterinários reforçam que cuidados no espaço corporativo são similares aos de casas



Empresas apostam em animais de estimação no trabalho para melhorar o ambiente e o potencial criativo


Ao chegar ao escritório da Haus Engenho Interiores, em São José, o cliente é recebido com alegria por Boo, que avisa os sócios quando o telefone ou o interfone tocam. A competência é recompensada com muito carinho e petiscos. Assim como Boo, outros companheiros de quatro patas têm conquistado e descontraído o ambiente de trabalho em empresas catarinenses.

Da raça chow-chow, o cão é dos sócios do escritório de engenharia e design de interiores e acompanha o cotidiano da empresa desde que ela foi criada, há quase três anos.

– Nós brincamos que ele é nosso secretário e porteiro. Ter um pet aqui é uma maneira de aliviar o estresse – afirma Marcelo Wolschick, um dos sócios da Haus.

Na Glóbulo, em Florianópolis, quem faz a alegria dos oito profissionais é o Dexter. Ele passa pelo menos um dia por semana na empresa, participa de reuniões e faz parte, inclusive, do quadro de funcionários no site da empresa.

– A maior diferença é que vira uma bagunça quando ele está aqui. E também preciso limpar os “brindes” que ele deixa – brinca Bolívar Nunes, dono do buldogue francês e um dos sócios, que acrescenta que Dexter não é o primeiro mascote da Glóbulo e que ele deixa o clima mais leve.

Outra empresa que aposta no carisma dos companheiros de quatro patas é a Cerâmica Cecrisa, em Criciúma. Eles adotaram um cachorro abandonado, no início do ano, que agora mora na empresa e passa os dias no departamento de desenvolvimento de produtos. Em alguns finais de semana, funcionários se revezam e levam Mark para casa.

Com a ajuda de um adestrador e acompanhamento de um veterinário, o resultado é aumento de produtividade:

– Além disso, temos mais companheirismo entre os profissionais e reduz o estresse – afirma Michele Simone Pereira, supervisora do departamento Gente e Gestão da Cecrisa.

ADOTAR UMA MASCOTE REQUER PLANEJAMENTO

Atenção com o pet também é fundamental nas empresas. Valéria Stadler, médico-veterinária e responsável técnica do Hospital Veterinário Jurerê, lembra que os cuidados com os animais no ambiente de trabalho devem ser os mesmos tomados em casa. É preciso passear, ter horários para comer e dormir.

– É também muito positivo para o cachorro, principalmente, que não gosta de ficar sozinho, porque ele tem mais convivência com o dono e outras pessoas.

Para Luzia Fröhlich, presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-SC), a iniciativa é válida, mas requer planejamento e organização. Um dos primeiros passos, já que o ambiente é coletivo, é verificar com os funcionários se a ação agrada. Assim, é possível manter a boa convivência.

– Essas iniciativas humanizam o ambiente de trabalho, mas o processo exige cuidados. É preciso planejamento, organização e respeito aos outros – afirma Luzia.

Fonte: diariocatarinense.clicrbs.com.br/
Diário Catarinense, em Santa Catarina
(Foto: Alvarélio Kurossu / Agencia RBS)

Mais Notícias


Nossa especialidade: desenvolver o que há de mais saudável em alimentos para cães.
copyright © 2016 - prolinepet.com.br