Proline - Pensando Bem Proline Facebook
setinha



Dicas > Nossos amigos peludos também sentem frio

Nossos amigos peludos também sentem frio



Nossos amigos peludos também sentem frio


Quando o frio chega todo mundo quer se esconder e se proteger, os pets não são diferentes de nós, por isso sentimos ainda mais a presença deles ao nosso lado nesse período, seja por que querem se aquecer junto a nós ou mesmo proteção em busca de um abrigo mais confortável.

Por haver uma queda significativa na temperatura, se não tomarmos algumas medidas preventivas, os animais podem desenvolver doenças graves e colocar em risco sua saúde. Isso ocorre, porque nem todas as raças possuem a capacidade de suportar o frio, principalmente os cães de pelo curto.

Já outras raças como Pastor Alemão, Rotweiller e Husky Siberiano, devido a sua pelagem abundante conseguem suportar melhor temperaturas baixas, sem sofrer com danos à saúde.

Não devemos nos apegar a lenda de que os pelos protegem totalmente os animais do frio, existem realmente estímulos que garantem a função de proteção contra o frio e, diante do tipo de estímulo (frio ou calor), o organismo toma as medidas necessárias, para manter o equilíbrio do corpo do animal e a manutenção da temperatura corpórea e a saúde do animal. Porém, esses mecanismos não os protegem totalmente do frio externo, dependendo da queda repentina da temperatura.

As sensações de preguiça e fome se aceleram na mesma forma nos animais, por isso, não se preocupe caso ele passe mais tempo deitado em seu abrigo para se proteger do frio. A fome também possivelmente aumentará nesse período, devido ao aumento na necessidade de nutrientes para gerar calor no organismo.

QUANDO SE DORME FORA E DENTRO DE CASA

Para os animais que dormem no ambiente externo, é fundamental uma casinha para que ele possa se proteger do frio e um cobertor que proporcionará conforto e proteção.
Os animais de pelo curto que eventualmente ficam dentro de casa, uma caminha e um edredom próprio para cães fornecerá um lugar aconchegante quee aquecerá o animal.
Há roupas próprias para cães no mercado que também auxiliam na proteção contra o frio, mas devemos observar o tipo de material que estas roupas são confeccionadas, o animal poderá eventualmente desenvolver alguma alergia com o tipo de material (1).

SOBRE GRIPES E RESFRIADOS

Como nós, os animais estão suscetíveis a adquirir gripes e resfriados nesse período. Para combater esse mal estar, as vacinas em dia diminui a chance de desenvolver alguma doença nesse período. Se ocorrer casos de doenças respiratórias, as mais comuns são a Traqueobronquite “Tosse dos Canis”.

Qualquer distúrbio deste tipo pode evoluir para doenças mais graves, exemplo a Pneumonia.
Medidas de higiene adequadas e proteção contra o frio também são fundamentais para evitar qualquer transtorno para seu pet.

Além das doenças respiratórias, no período do inverno os problemas ortopédicos podem se intensificar ocasionando dor e desconforto no animal. Buscar orientação de um Médico Veterinário é sempre a melhor escolha.

Outra necessidade para assegurar a saúde do animal é a diminuição dos banhos e tosas durante o inverno.

Um banho ao mês é o ideal, realizado sempre no período mais quente do dia, utilizando água morna e o secando bem. No caso de levar o animal ao Pet Shop, é preciso ter atenção e cuidado com secadores, sendo estes muito potentes, acabam aquecendo o corpo do animal, ao sair em ambientes muito frios o choque da temperatura pode ser algo prejudicial ao organismo, predispondo o animal à doenças.

NOTA:

(1) O veterinário responsável poderá orientar para o melhor tecido para a raça específica do seu animal.
(2) Qualquer dúvida sempre consulte um médico veterinário de confiança, ele poderá fornecer as melhores instruções para seu pet.
Equipe Pro Line Professional Pet


Mais Dicas


Nossa especialidade: desenvolver o que há de mais saudável em alimentos para cães.
copyright © 2016 - prolinepet.com.br