O primeiro, e talvez o mais significativo efeito da nutrição sobre a imunidade de um animal ocorre na fase de desenvolvimento e maturação do sistema imunológico. As células do sistema imunitário de um filhote iniciam o seu desenvolvimento no útero da mãe, depois seguem um período importante de amadurecimento e continuam seu crescimento ao longo da vida.

Deficiências de proteínas, de zinco, de vitaminas e de cobre são algumas das variáveis nutricionais que podem trazer um comprometimento imunológico para animais jovens e adultos. Com a deficiência nutricional instalada, as respostas do sistema imunológico estarão comprometidas e o número de células de defesa estará diminuído.

Animais desnutridos não apresentarão uma resposta à vacinação adequada, principalmente pelo baixo nível de ferro, magnésio, zinco e cobre. Com a deficiência de vários nutrientes e um sistema imunológico deficiente, há o aumento na suscetibilidade às infecções e também uma incapacidade do organismo de resolver possíveis processos infecciosos instalados no corpo.

Um animal, cão ou gato, que possui uma alimentação deficiente em nutrientes de alta qualidade, pode estar com o seu desenvolvimento comprometido para a vida toda.